Back to All Events

57.º e 58.º Campos de Trabalho Voluntário Internacionais | Arqueologia


cartaz-arqueologia_VF_jpg.jpg

Os 57.º e 58º Campos de Trabalho Voluntário Internacionais (CTVI) organizados pela Palombar - Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural, em parceria com a Câmara Municipal de Miranda do Douro, Junta de Freguesias de Miranda do Douro e a associação francesa Union Rempart, realizam-se entre os dias 12 de agosto e 6 de setembro, em Aldeia Nova (Miranda do Douro). O 57.º CTVI terá lugar entre os dias 12 e 23 de agosto e o 58.º CTVI entre os dias 25 de agosto e 6 de setembro.

Estes CTVI são dedicados à Arqueologia e realizam-se no âmbito de uma colaboração da Palombar com o Projeto de Investigação São João das Arribas - Aldeia Nova (Miranda do Douro), com o objetivo de contribuir para aumentar o conhecimento sobre a riqueza arqueológica da região e sobre os antecedentes das técnicas de construção tradicionais no Nordeste Transmontano, com o propósito de traçar a sua evolução histórica.

Os dois períodos de prospeção arqueológica serão coordenados pela equipa de Arqueólogos Mónica Salgado e Pedro Pereira (Diretores da escavação).

Durante as escavações arqueológicas do Castro de São João das Arribas, serão realizados os seguintes trabalhos:

- Escavações;

- Limpeza e Inventariação de Espólio;

- Realização de Desenhos Arqueológicos.

INSCRIÇÃO

Os/as voluntários/as que queiram participar nestes CTVI e contribuir de forma ativa para este projeto de investigação na área da arqueologia já podem realizar a sua inscrição, que tem o valor de 120 euros para sócios da Palombar e 150 euros para não sócios.

Os/as voluntários/as não necessitam de ter conhecimento e formação na área da Arqueologia para participar nestes CTVI, embora estas habilitações sejam uma mais-valia.

O valor da inscrição inclui o alojamento em regime de dormitório na antiga Escola Primária de Aldeia Nova, as refeições e a participação em todas as atividades do CTVI.

Contacte-nos através do e-mail palombar@palombar.pt.

Mais informações aqui.

PROGRAMA

Durante as quatro semanas em que se realizam o 57º e 58º CTVI, as manhãs e algumas tardes serão dedicadas aos trabalhos de escavação. Os/as voluntários/as poderão participar também em atividades de lazer para conhecer o território.

 PROGRAMA DIÁRIO

7:00 – 13:00: Trabalhos de Escavação

13:00 – 15:00: Almoço

15:00 – 19:30: Atividades de lazer/Limpeza e Inventariação de Espólio

19:30 – 21:30: Jantar

 ATIVIDADES DE LAZER

- Visita ao Centro de Interpretação dos Pombais Tradicionais (CIPT), em Uva;

- Visita ao Centro de Acolhimento do Burro (CAB) | Aldeia de Pena Branca;

- Caminhadas e observação de aves;

- Visita a Picote e ao Ecomuseu Terramater;

- Entre outros.

NOTA: A Palombar reserva-se o direito de alterar o programa.

Sobre os Campos de Trabalho Voluntário Internacionais

Os Campos de Trabalho Voluntário Internacionais (CTVI) foram criados em 2004 e consistem em atividades organizadas especialmente para voluntários/as, que se propõem a contribuir com horas de trabalho para a realização de uma determinada tarefa útil para a comunidade.

Os CTVI organizados pela Palombar, em colaboração com vários parceiros, têm como principal objetivo promover a recuperação do património rural edificado, utilizando técnicas de construção tradicionais e ecológicas, mas também a realização de ações em prol da conservação da natureza; em ambos os casos, associa-se-lhes a criação de um espaço de aprendizagem informal, tanto a nível técnico como pessoal e de desenvolvimento do sentido de cidadania.