Primeiras Jornadas Técnicas, dedicadas ao coelho-bravo

No Sábado passado, dia 4 de Março, teve lugar o primeiro de vários eventos que irão desenvolver-se no âmbito das Jornadas Técnicas: A conservação da natureza aliada à gestão cinegética. Desta vez, o tema escolhido foi a "A nova doença hemorrágica e os seus efeitos nas populações naturais de Coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus)”, um assunto preponderante e actual, dado que as populações naturais de coelho-bravo enfrentam neste momento uma situação difícil no que respeita a epidemias e doenças.

Reuniram-se todas as condições para um excelente momento de formação, aprendizagem e partilha, com a presença de cerca de 40 pessoas que compuseram um público bastante diversificado: gestores e representantes das Associativas de Caçadores e Zonas de Caça locais, associações de conservação da natureza e desenvolvimento sustentável, a comunidade científica e a administração pública, esta última representada pelo ICNF e pelo Município de Bragança e freguesias locais.

Contou-se com a presença de um painel de oradores de excelência, composto por alguns dos investigadores nacionais que desenvolveram trabalhos mais relevantes e de ponta sobre esta temática, todos eles pertencentes ao CIBIO/InBio. Foram apresentadas as últimas evoluções relativas à nova doença hemorrágica viral, abordaram-se as melhores práticas e recomendações para o seu controlo e apresentaram-se os dados das monitorizações realizadas no âmbito do Projecto SOS Coelho durante o ano de 2016, em Santulhão (Vimioso) e na Granja (Miranda do Douro). Houve ainda um momento de debate e uma mesa redonda, onde oportunamente se esclareceram algumas das dúvidas e inquietações dos presentes.

As Jornadas terminaram com uma visita ao terreno, à estação de monitorização das populações de coelho-bravo, instalada na zona de caça de Santulhão, onde os participantes puderam estar em contacto com as metodologias de monitorização utilizadas no Projecto SOS Coelho e com as intervenções de gestão de habitat que têm vindo a ser implementadas nesse local.

Estas Jornadas, muito bem sucedidas, abriram as portas à colaboração entre os distintos colectivos interessados na proteção e recuperação das populações de coelho-bravo.

Faça o download do livro de resumos aqui. (link pdf)