Projeto POR UMA GOTA apresenta concurso de ideias "Uso eficiente da água numa exploração agrícola" na EPA Carvalhais/Mirandela  

O consórcio SACR – Sensibilização Activa da Comunidade Rural, composto pela AEPGA - Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino e pela Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural, apresentou esta terça-feira, 30 de outubro, na Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela (EPADRCM), no distrito de Bragança, o concurso de ideias "Uso eficiente da água numa exploração agrícola".

 Apresentação do concurso de ideias “Uso eficiente da água numa exploração agrícola” na Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela.

Apresentação do concurso de ideias “Uso eficiente da água numa exploração agrícola” na Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela.

 O concurso é uma iniciativa que integra o projeto "POR UMA GOTA - Pelo uso eficiente da água" (www.porumagota.pt | www.facebook.com/projetoporumagota), desenvolvido pelo consórcio SACR e financiado pelo Fundo Ambiental – Ministério do Ambiente, e tem como público-alvo os estudantes dos cursos profissionais Técnico/a de Produção Agropecuária e Técnico/a Vitivinícola da EPADRCM. O projeto segue as recomendações do Programa Nacional Para o Uso Eficiente da Água (PNUEA).

Miguel Nóvoa, membro da direção da AEPGA, destacou “a importância estratégica deste concurso para a sensibilização dos futuros agricultores das comunidades rurais do Nordeste Transmontano no que se refere à relevância e valor fulcral dos recursos hídricos”.

 Miguel Nóvoa, membro da direção da AEPGA, apresenta o concurso de ideias “Uso eficiente da água numa exploração agrícola” na Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela.

Miguel Nóvoa, membro da direção da AEPGA, apresenta o concurso de ideias “Uso eficiente da água numa exploração agrícola” na Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela.

“O concurso será preponderante para que os jovens possam desenvolver o seu espírito crítico, descobrir e utilizar ferramentas que contribuam para um uso eficiente da água, poupança energética e sustentabilidade ambiental”, sublinhou o responsável.

O concurso tem como objetivo sensibilizar a comunidade estudantil local para o uso e a gestão eficiente da água e estimular a sua criatividade na busca de soluções inovadoras nesta área.

Para participar no concurso, os estudantes deverão desenvolver um plano original e inovador de gestão eficiente dos recursos hídricos numa exploração agrícola e que tenha potencial para ser implementado num projeto-piloto. O prazo para a apresentação de candidaturas ao concurso decorre entre os dias 25 de outubro e 25 de novembro.

 Apresentação do concurso de ideias “Uso eficiente da água numa exploração agrícola” na Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela.

Apresentação do concurso de ideias “Uso eficiente da água numa exploração agrícola” na Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela.

A água é um recurso natural estratégico para a região de Trás-os-Montes, do qual dependem fortemente os setores produtivos, especialmente o setor primário (agricultura e pecuária), a população, os ecossistemas, a fauna e a flora. O Nordeste Transmontano é uma zona do país eminentemente rural, florestal e agrícola, sendo que o setor agrícola é o que mais água gasta e desperdiça em Portugal.

A água é fundamental ao desenvolvimento económico e social, bem como à sustentabilidade do mundo rural, que está centrado sobretudo na exploração dos recursos naturais. Os recursos hídricos são também essenciais para assegurar a proteção da biodiversidade e o necessário equilíbrio entre as atividades humanas e a conservação da Natureza.

A água é um recurso natural limitado, por isso esgotável. As alterações climáticas, assim como o uso ineficiente e o desperdício, estão a afetar negativamente os recursos hídricos e a promover a escassez de água e a seca severa em Portugal, com forte impacto no setor agrícola.

Trás-os-Montes é uma das regiões mais afetadas pela falta de água no país. O uso desregrado, insustentável e ineficiente da água promove o seu rápido esgotamento, por isso é fundamental assegurar a utilização eficiente da água no setor agrícola, bem como a sua gestão eficaz.

Implementar medidas que promovam a sensibilização para o uso e a gestão eficiente deste recurso natural na agricultura, como também no meio doméstico, é, desta forma, não só uma necessidade estratégica, como um imperativo ambiental. 

44351676_281241189171781_3021605137362714624_o.jpg