Palombar enriquece formação na área do voluntariado dedicado à conservação do património

A Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural participou, entre os dias 10 e 16 de março, na formação internacional 'Erasmus Heritage Leaders Training', que decorreu em Villandraut, em França, organizada pela Union Rempart, no âmbito do programa Erasmus +, e que teve como entidade de acolhimento a Associação Adichats.

53560117_2548074151931137_4243766183410532352_n.jpg

Esta foi uma semana dedicada à partilha de conhecimentos e de boas práticas na área da conservação do património construído em vários países da Europa que envolve voluntários/as. A participação da Palombar nesta ação de formação internacional teve como objetivo enriquecer as competências e otimizar os procedimentos da associação na área do voluntariado dedicado à conservação do património rural edificado.  

A associação francesa Union Rempart é parceira da Palombar na área do voluntariado em prol da conservação do património construído, nomeadamente na realização dos Campos de Trabalho Voluntário Internacionais (CTVI), acolhimento e acompanhamento de voluntários do Serviço Cívico Francês, participação em formações e intercâmbios internacionais no âmbito da preservação do património e ainda em outras ações no Programa Erasmus +.

53795388_2548074355264450_9196225751894982656_o.jpg

Durante a formação, estiveram presentes participantes de várias nacionalidades, como Portugal, Espanha, França, Itália, Inglaterra, Bulgária, Roménia, Croácia, entre outras.

Esta formação, financiada pelo Programa Erasmus + da União Europeia, teve como principais objetivos promover a capacitação de jovens e melhorar as ações de voluntariado no âmbito de projetos de restauro do património; partilhar as melhores práticas e recursos sobre como gerir um projeto de conservação e restauro do património com voluntários; desenvolver estratégias e guidelines que serão implementadas por organizações sem fins lucrativos com o objetivo de promover a preservação do património de países europeus; garantir que os responsáveis por projetos de gestão de voluntariado e património ganhem e desenvolvam o conhecimento e as habilidades necessárias para planear e implementar ações de conservação do património junto das comunidades e a nível individual, bem como para receber apoios institucionais locais e nacionais; contribuir para estabelecer práticas e padrões comuns para os participantes aplicarem, a nível local e organizacional, o processo de capacitação e disseminar o impacto e o alcance dos projetos e ainda promover novas parcerias entre organizações de voluntariado europeias semelhantes.

53528416_2548074098597809_3410070712944164864_n.jpg

Esta foi, "sem dúvida, uma experiência muito enriquecedora que possibilitará uma crescente melhoria da ação da nossa associação a esse nível, permitindo dotar a equipa da Palombar de novas ferramentas de trabalho e de gestão. Com uma componente teórica e prática, esta formação foi muito interativa, baseando-se em metodologias de educação não formal, permitindo uma aprendizagem sólida que se inicia nos conhecimentos que os e as participantes já têm acerca dos temas em debate", sublinhou Gaëlle Carvalho, responsável pela gestão de projetos e recursos na área do voluntariado na Palombar.

"Para além de uma oportunidade de melhorar os nossos conhecimentos e práticas, esta ação permitiu estabelecer novos laços com entidades que desenvolvem um trabalho semelhante ao nosso no resto da europa, bem como estreitar relações com associações com as quais a Palombar tem vindo a desenvolver um trabalho de parceria e/ou com as quais participou em projetos conjuntos em anos anteriores", conclui.